Arquivo da categoria: eventos

Angústia e prazer: saindo do labirinto emocional

Angústia e prazer: parte IV – Saindo do labirinto emocional. Na próxima live (ao vivo), quinta-feira, às 11h no Instagram, abordaremos recursos corporais para o enfrentamento de crises.


De acordo com a teoria reichiana de caráter e formação de couraças, somos todos dotados pela natureza da capacidade de enfrentar o perigo e procurar soluções para garantir a sobrevivência. Através da consciência das sensações corporais, podemos encontrar recursos para enfrentar as ameaças que a vida nos impõe. Uma vez conscientes da maneira como reagimos encontramos também meios de conciliação interna entre as partes em conflito, o que nos torna mais calmos e equilibrados no modo de enfrentar o perigo. No entanto, devido às deficiências na formação da personalidade, a maioria de nós tende a se retraumatizar quando enfrenta novos desafios causados por ameaças externas, aumentando sintomas e defesas caracterologicas em vez de fortalecer o eu. Tais ameaças tendem a ser hiperdimensionadas causando ansiedade catastrófica ou desvalorizadas, dependendo da estrutura de caráter. Quando a personalidade usa mecanismos de defesa do ego baseados na negação, dissociação e projeção, tende à criação de cenários falsos ou precários que acabam por preservar a insegurança levando à reatividade emocional.

Como a percepção de segurança está sempre sujeita à reavaliação, dependendo das variações das condições externas, aqueles cujas barreiras de contato não permitem que alcancem os recursos internos tendem a reagir com agressão (contra-ataque). Outras formas de defesa são a racionalização e simplesmente ignorar a importância da situação real. Aqui há uma tendência ao colapso emocional. Estas defesas caracterologicas podem preservar um certo equilíbrio emocional porém não ajudam a encontrar novas forças que progressivamente modificam para melhor a relação com o ambiente externo. Viver assim é o mesmo que viver num labirinto emocional do qual nunca se consegue sair.

Se fossemos livres de couraças sentiríamos a força de nossos instintos mais primitivos, (geralmente subjugados pelo medo de sofrimentos inconscientes) e seríamos capazes de acessar recursos corporais para o enfrentamento de crises e dificuldades. As defesas dissociativas, que são empregadas desde a mais tenra infância, em graus variados, separam emoções, sensações corporais, impulsos e desejos criando bloqueios que igualmente nos afastam do poder inerente ao corpo de prover soluções, fazendo com que a percepção de êxito seja capaz de nos gerar autoconfiança. A percepção de êxito cada vez mais difusa e distante nos torna mais dependentes e inseguros.

Ativar a energia das sete emoções básicas através da dissolução dos bloqueios que lhe são impostos abre os canais associativos, gerando uma força de enfrentamento. Raiva, medo, tristeza, alegria, nojo, sexualidade e vergonha, quando desbloqueadas, parcial ou integralmente, libertam o potencial de enfrentamento que depende da integração consciente entre essas emoções.

Essas capacidades se desenvolvem a partir do reconhecimento objetivo das situações críticas e do acesso ao mundo emocional que gentilmente vai revelando novas interpretações dos fatos e da nossa capacidade de enfrentar.

Ninguém se sente forte ou fraco o tempo todo. Podemos sim, estar dissociados a maior parte do tempo achando que estamos enfrentando bem a realidade. É preciso aceitar que nosso equilíbrio é produzido através do contato com as próprias oscilações emocionais.

Tensões musculares crônicas ou agudas, hipotonias e atitudes caracterologicas, quando devidamente trabalhados, nos ajudam a encontrar novas forças que progressivamente modificam o olhar sobre a ameaça. Se não nos mantemos vivos e abertos emocionalmente, estacionamos em algum ponto obscuro em nossa jornada entre a ignorância e a sabedoria.

Só sentimos autoconfiança quando podemos ter uma percepção integral de nós mesmos no corpo. Através do resgate dessa percepção que é sentida como fluir e pulsar, nos conectamos com a vida viva em nós e despertamos suas qualidades mais positivas. Calma, criatividade, amor compassivo e outras são qualidades que nos fazem sentir vivos e confiantes. Estão disponíveis no fundo sem fundo de nós mesmos e podem ser acessados por uma busca no interior de si mesmo. A falta desta conexão nos deixa a todos debilitados fazendo com que nossa experiência pela existência seja pobre de sentidos. Já o contrário enche de alegria nossos movimentos pelo vida.

Quando: quinta-feira, 21/05
Onde: @somaticapsicoterapia no Instagram
Horário: 11h

Seminários 2019: Vergonha, culpa e trauma: estratégias clínicas com EMDR e Psicoterapia Corporal

Já estamos iniciando as divulgações dos Seminários 2019 “Vergonha, culpa e trauma: estratégias clínicas com EMDR e Psicoterapia Corporal ” – teórico e prático. 
Continue lendo Seminários 2019: Vergonha, culpa e trauma: estratégias clínicas com EMDR e Psicoterapia Corporal

Psicoterapia Corporal – Seminários Teóricos e Estratégias Clínicas (2019)

Ano que vem (2019) realizaremos seminários (presenciais) Teóricos e Estratégias Clínicas de Psicoterapia Corporal. Os eventos são voltados para médicos, psicólogos, profissionais de saúde, estudantes e demais interessados. A coordenação é do psicólogo e psicoterapeuta A. Ricardo Teixeira. Confira as datas da primeira fase:

Continue lendo Psicoterapia Corporal – Seminários Teóricos e Estratégias Clínicas (2019)

I Congresso Ibero-Americano de EMDR – 2007

APRESENTAÇÃO DE TRABALHO:

Apresentação de Trabalho
I Congresso Ibero-Americano de EMDR
Caros colegas do EMDR,

Felizmente já contamos com a confirmação da vinda de grandes estrelas do mundo do EMDR para abrilhantar nosso Congresso Ibero-Americano, o que sem dúvida significará oportunidade imperdível de aprendizagem, atualização e intercâmbio internacional para todos nós. Apesar de o EMDR ser ainda recente no Brasil, desejamos contemplar trabalhos que representem nossa prática nacional.

Continue lendo I Congresso Ibero-Americano de EMDR – 2007

Workshop O Amor e Suas Vicissitudes – 2018

02

“Não me ame pela beleza; pois um dia ela se acaba.
Não me ame por admiração, pois um dia você se decepciona.
Ame apenas…
Pois o tempo nunca pode acabar um Amor sem explicação!”
(Madre Tereza de Calcutá)

O Workshop

É um caminho teórico-vivencial. Trata-se de dar um voto de confiança à natureza amorosa que jaz encolhida em nosso cerne biológico. Isso que está para além do amor objetal.

Trata-se do amor que emerge da liberação das negatividades geradas pelo medo da invasão, da perda, do abandono, pelo ciúme, inveja e desconfianças que agem como bloqueadores em nossos cérebros, cerceando nossa confiança naquilo que é natural em nós. Vide os bebês bem atendidos em suas necessidades. São lindos porque o amor flui naturalmente de dentro deles, o que as mães sentem e traduzem como gratidão.

Continue lendo Workshop O Amor e Suas Vicissitudes – 2018

Seminário Vergonha, Culpa e Trauma 2018

somatica-psicoterapia-workshops2018

Grato aos queridos participantes cuja motivação e interesse tornaram possível e caloroso o ato de transmitir nossa experiência e conhecimento.

Seminário – “Vergonha, culpa e trauma: estratégias clínicas com EMDR e Psicoterapia Corporal”

Teórico e prático

Vergonha e culpa causam constrangimento e podem se tornar sentimentos extremamente dolorosos que alimentam crenças limitantes em relação a autoimagem levando a fuga de contato, medo, autoagressão, ira, fortes resistências ao processo de superação de traumas e à expressão natural do ser no mundo e em si mesmo a partir do amor próprio.

Objetivos

Analisar a vergonha, a culpa e o trauma e apresentar estratégias clínicas baseadas no EMDR e na Psicoterapia Corporal.

vergonha-culpa-somatica-brasilia-psicoterapia

Local: Microtécnica SCRN 702/3 Bloco A nro 47, Asa Norte- Brasília-DF

Datas: 07, 08 e 9 de setembro (Sexta-feira das 9h às 18h; sábado das 9h às 18h e domingo das 9h às 13h)

Carga horária: 22h

Público-alvo: Psicólogos, Psiquiatras, profissionais de saúde afins.

Investimento: R$1.600,00

Informações e inscrições: 61-99683-9848 (Olga Faleiro); Email: a.ricardo@somaticapsi.com.br ou pelo site: www.somaticapsi.com.br .

Coordenadores:

Psicólogo Fabian Marcelo Llanos – Lic. Em Psicologia (Universidade Nacional de Córdoba, Argentina, 1995); Psicoterapeuta Corporal Clínico. Professor da faculdade de Psicologia U.N.C. (2009/2015); Mestrando em Saúde Mental (2016/2018); Investigador da Secretaria de Ciência e Tecnologia da U.N.C.(2018/2019). Docente de cursos de pós-graduação em Psicoterapia Corporal, no Centro de Psicoterapia Corporal, Faculdade de psicologia e Colégio de Psicólogos de Córdoba. Apresentações em congressos nacionais e internacionais. Autor de vários artigos. Site: www.psicoterapiacorporal.com.ar

Psicólogo Antonio Ricardo Teixeira. CRP01-6578 (ex05-8613) – Formado pela USU-Universidade Sta Úrsula-RJ; 1980. Orgonoterapeuta pelo CIO-Centro de Investigação Orgonômica Wilhelm Reich- RJ; Open-Orgonomy; Hipnoterapeuta clássico e Ericksoniano; Supervisor de EMDR-Eye Movement Desensitization and Reprocessing; Somatic Experiencing; Neuropsicólogo; Reabilitação Cognitiva; Bodynamic (em curso). Diretor da Somaticapsi em Brasília-DF. Site www.somaticapsi.com.br